Próximos Números Temáticos

 
Listamos a seguir os próximos números temáticos.

Número Temático: "Resolução de Problemas em sala de aula"
Editores Convidados:
Célia Barros Nunes (UNEB/DEDC X)
Lourdes de la Rosa Onuchic (UNESP/RIO CLARO)
Márcio Pironel (IFSP/CAMPINAS)
Cecília Pereira de Andrade (IFSP/CAMPUS SÃO PAULO)

Resumo: Este número temático é dedicado à Resolução de Problemas na perspectiva do Grupo de Trabalho e Estudos em Resolução de Problemas (GTERP), que tem por filosofia buscar o desenvolvimento de estudos e pesquisas que atinjam efetivamente a sala de aula, tanto sob a perspectiva do aluno quanto do professor, em todos os níveis de escolaridade. O grupo, ao trabalhar com Resolução de Problemas, defende e adota a Metodologia de Ensino-Aprendizagem-Avaliação de Matemática através da Resolução de Problemas (MEAAMaRP) em que o problema é o ponto de partida e orientação para a aprendizagem de novos conceitos, conteúdos, procedimentos e algoritmos matemáticos. Não se trata de uma metodologia para apenas resolver problemas, mas sim, de uma metodologia para ensinar, aprender e avaliar Matemática. Nesse sentido, pretende-se divulgar produções oriundas do grupo GTERP e/ou de outros grupos, no trabalho com a MEAAMaRP, de modo a atingir professores e pesquisadores que se interessem em conhecer melhor essa metodologia em sala de aula.
Cronograma para publicação:
15/04/2022 - submissão (NOVA DATA)
30/04/2022 - retorno das avaliações;
15/05/2022 - retorno do texto com correções;
2022 - publicação segundo quadrimestre;

Número Temático: “Educação Matemática Inclusiva: desafios para o ensino, a aprendizagem, a formação e a pesquisa”
Editores Convidados:
Agnaldo da Conceição Esquincalha (UFRJ)
Jurema Lindote Botelho Peixoto (UESC)
Roberta D' Angela Menduni-Bortoloti (UESB)
Clélia Maria Ignatius Nogueira (Unioeste e Unespar)

Resumo: Ao longo dos anos temos percebido e sentido a necessidade de discutir mais sobre a inclusão em diversos espaços, sejam estes formais ou não formais, articulando no debate o ensino, a aprendizagem, a formação de professores e a pesquisa. A área de Educação Matemática, por meio do grupo de trabalho "Diferença, Inclusão e Educação Matemática" da Sociedade Brasileira de Educação Matemática - SBEM - GT13 em parceria com a SBEM Regional da Bahia e duas Universidades Estaduais, do Sudoeste da Bahia (UESB) e de Santa Cruz (UESC) visando promover essa discussão, apresenta o Número Temático “Educação Matemática Inclusiva: desafios para o ensino, a aprendizagem, a formação e a pesquisa”, como fruto do II Encontro Nacional de Educação Matemática Inclusiva.

Número Temático: Práticas pedagógicas na formação de professores que ensinam Matemática
Editor: Prof. Dr. Carloney Alves de Oliveira - Universidade Federal de Alagoas (UFAL)
Descrição: O presente número temático visa promover a discussão acerca da importância da Educação Matemática em contextos de práticas pedagógicas na formação de professores que ensinam Matemática, que nos remete a compreender sobre as possibilidades e potencialidades para produzir significados nestes espaços, dentro e fora da escola, para a reorganização do pensamento matemático relativo às mudanças curriculares, buscando encarar desafios, numa construção coletiva de conhecimento científico, a fim de que os sujeitos envolvidos possam construir conceitos matemáticos, e produzir significados nas suas aulas, buscando ressaltar os valores e atitudes de um profissional crítico-reflexivo.


Número Temático: Contribuições e limites do Programa Residência Pedagógica

Editora: Profa Eliane Matesco Cristovão (UNIFEI Itajubá)
Resumo: Este número temático visa contemplar RELATOS DE PRÁTICAS (relatos, histórias e narrativas de experiências de sala de aula) e ARTIGOS envolvendo o estudo desta política pública criada recentemente. O estudo de políticas públicas é extremamente relevante para podermos avaliar sua validade e melhorar seu formato e suas práticas. Esperamos que o leitor possa encontrar, nesse dossiê, uma visão ampla e representativa das contribuições e limites do PRP.


Número Temático: Grupos Colaborativos e Cooperativos na Educação Matemática
Editor: Prof. Douglas da Silva Tinti (UFOP-MG)
Submissão: encerrada
Descrição: Considerando movimento ascendente da constituição de Grupos Colaborativos e Cooperativos como espaço de diálogos, práticas e aprendizagens acerca dos processos de ensino e de aprendizagem da Matemática e, ainda, o cenário das pesquisas que se voltam para a formação de professores que ensinam matemática sob a ótica da colaboração e da cooperação, o presente Número Temático objetiva refletir sobre a constituição desses grupos enquanto espaços formativos que contribuem para a superação da lógica da racionalidade técnica.


Número Especial: Educação, história e práticas pedagógicas em Angola
Editores: Prof. Washington Santos Nascimento (UERJ/Brasil) e Prof. Helder Pedro Alicerces Bahu (ISCED/Angola)
Descrição: O presente número temático visa promover a discussão acerca da importância da Educação Matemática em contextos de práticas pedagógicas na formação de professores que ensinam Matemática, que nos remete a compreender sobre as possibilidades e potencialidades para produzir significados nestes espaços, dentro e fora da escola, para a reorganização do pensamento matemático relativo às mudanças curriculares, buscando encarar desafios, numa construção coletiva de conhecimento científico, a fim de que os sujeitos envolvidos possam construir conceitos matemáticos, e produzir significados nas suas aulas, buscando ressaltar os valores e atitudes de um profissional crítico-reflexivo.