E se a escola fosse nossa? Diálogos sobre sobre a realidade do pequeno grupo de pesquisas do colégio estadual João Barbosa Reis

  • Aliny Tinoco Santos
  • Ângelo Antônio Santos de Oliveira Universidade Federal de Goiás
  • Letícia Nunes Andreatta Universidade Federal de Goiás
  • Luiz Gonzaga Roversi Genovese Universidade Federal de Goiás
  • Thiago Vasconcelos Ribeiro
  • Ualyson Toledo Carmo Universidade Federal de Goiás
  • Yuri dos Santos Siqueira Universidade Federal de Goiás
Palavras-chave: Pequeno Grupo de Pesquisas, Educação Básica, Formação de professores, reflexão crítica coletiva

Resumo

Este texto foi construído sob forma de diálogos e consiste em uma tentativa de estabelecer uma identidade própria e específica à pesquisa escolar. Assim, pretende-se assumir a pluralidade de pontos de vista que são cotidianamente confrontados na compreensão e no enfrentamento de uma realidade social/educacional concreta: o Colégio Estadual João Barbosa Reis. A necessidade construída de, literalmente, “aparecer no texto” sob um nome próprio, não teve outra intenção, senão, apresentar ao leitor alguns recortes do contexto aqui objetivado na forma de pontos de vista diferentes, de modo a criar diferentes olhares em um único texto. Os agentes que aqui se discutem e refletem são provenientes das diversas posições sociais, tanto no espaço social quanto nos campos escolar e da escola e no campo universitário, consistindo basicamente em professores formadores da escola, licenciandos do curso de Física, e professores da Universidade Federal de Goiás, que tiveram a oportunidade de pensar essa realidade escolar concreta graças à construção coletiva de um Pequeno Grupo de Pesquisas - um ambiente diferenciado de formação inicial e continuada. Por intermédio deste exercício de reflexão crítica coletiva, foram identificados problemas que se encontram ali, simultaneamente, latentes e velados, devido às recorrentes desigualdades e tensões que se fazem presentes nessa realidade. O principal destes problemas, tomado como central nas discussões realizadas aqui neste trabalho, é o forte sentimento de exclusão que os alunos sentem no contexto escolar. A seguir, são sinalizadas algumas ações que estão sendo desenvolvidas na escola na tentativa de dar um melhor encaminhamento para essas problemáticas.

Biografia do Autor

Aliny Tinoco Santos
Licenciada em Física pela Universidade Federal de Goiás (UFG/Campus Samambaia - Goiânia/GO); Professora de Física e Matemática do Colégio Estadual João Barbosa Reis e do Colégio Estadual Novo Horizonte
Ângelo Antônio Santos de Oliveira, Universidade Federal de Goiás
Licenciando em Física pela Universidade Federal de Goiás (UFG/Campus Samambaia - Goiânia/GO); Bolsistas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência-PIBID; Estagiário no Colégio Estadual João Barbosa Reis
Letícia Nunes Andreatta, Universidade Federal de Goiás
Licencianda em Física pela Universidade Federal de Goiás (UFG/Campus Samambaia - Goiânia/GO); Bolsistas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência-PIBID; Estagiário no Colégio Estadual João Barbosa Reis
Luiz Gonzaga Roversi Genovese, Universidade Federal de Goiás
Licenciado em Física pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp/Rio Claro); Doutor em Educação para a Ciência pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp/Bauru); Professor do Instituto de Física e do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática da Universidade Federal de Goiás
Thiago Vasconcelos Ribeiro
Licenciado em Física pela Universidade Federal de Goiás (UFG/Campus Samambaia - Goiânia/GO); Mestre em Educação em Ciências e Matemática Universidade Federal de Goiás (UFG); Professor de Faculdade Unicamps
Ualyson Toledo Carmo, Universidade Federal de Goiás
Licenciando em Física pela Universidade Federal de Goiás (UFG/Campus Samambaia - Goiânia/GO); Professor de Física e Matemática do Colégio Estadual João Barbosa Reis
Yuri dos Santos Siqueira, Universidade Federal de Goiás
Licenciando em Física pela Universidade Federal de Goiás (UFG/Campus Samambaia - Goiânia/GO); Estagiário no Colégio Estadual João Barbosa Reis

Referências

BOURDIEU, P. A reprodução. Petrópolis: Vozes, 2010.

BOURDIEU, P. O senso prático. Petrópolis: Vozes, 2011.

BOURDIEU, P. Efeitos de lugar. In.: BOURDIEU, P. (Org.). A Miséria do Mundo. Petrópolis: Vozes, p. 159-166, 2012.

BOURDIEU, P.; Passeron, J. C. Os herdeiros. Florianópolis: Ed. UFSC, 2014.

BOURDIEU, P.; CHAMBOREDON, J. C.; PASSERON, J. C. Ofício de sociólogo. Petrópolis: Vozes, 2010.

CHASSOT, A. Alfabetização científica: questões e desafios para a educação. 6ª ed. Ijuí: Editora Unijuí, 2014.

FREIRE, P. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. São Paulo: Cortez, 2011.

GENOVEZ, L. G. R. Homo magister: conhecimento e reconhecimento de uma professora de ciências pelo campo escolar. 229 f. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências) Faculdade de Ciências, UNESP, Bauru, 2008.

LATOUR, B.). Ciência em ação: como seguir cientistas e engenheiros mundo afora. São Paulo, EDUSP, (2000

Publicado
2019-12-27
Seção
Experiências de Sala de Aula