Metodologias Ativas em Estatística: relato de experiência em práticas com tratamento da informação

  • Elvis Medeiros de Melo UFRN
  • Dennys Leite Maia
Palavras-chave: Tratamento da Informação, Metodologias Ativas, Ensino de Estatística

Resumo

Os conteúdos de Estatística na Educação Básica possibilitam um trabalho com a expectativa de desenvolvimento de competências e habilidades, por parte dos alunos, adequadas para a interpretação de dados estatísticos que ocorrem em seu cotidiano. Práticas que utilizem metodologias ativas no ensino desse conteúdo se fazem necessárias. O presente artigo tem o objetivo de analisar práticas pedagógicas em Estatística com metodologias ativas, baseadas no Arco de Maguerez. Abordaremos algumas das sequências didáticas que foram aplicadas no primeiro semestre de 2018 nas turmas do Núcleo de Aprofundamento de Estudos (NAE), de uma escola particular de Natal/RN, nas quais utilizamos as metodologias ativas, possibilitando que o aluno seja protagonista de sua aprendizagem. Participaram desta pesquisa cerca de mil alunos dos anos finais do Ensino Fundamental. Entre os resultados, observamos o engajamento dos estudantes na realização das atividades de Rotação em Estações de Aprendizagem e na proposta de elaboração de questionários colaborativos para coleta de dados com suporte de Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação, propostas das metodologias ativas. Atividades como essa contribuem para potencializar a aprendizagem estatística dos estudantes, colocando-os como agentes ativos de sua aprendizagem.
Publicado
2018-12-07
Seção
Experiências de Sala de Aula