Uma investigação sobre a avaliação de Matemática para alunos com transtorno de déficit de atenção e/ou hiperatividade

Palavras-chave: Adaptação. Avaliação escolar. Educação Matemática. Transtorno de Déficit de Atenção/Hiperatividade (TDAH).

Resumo

O presente artigo é resultado de um estudo desenvolvido para a elaboração de pesquisa de conclusão do curso de Especialização em Metodologias do Ensino da Matemática da Universidade de Brasília (UnB). Tem como objetivo investigar a construção das avaliações pelos professores de Matemática que atuam com aluno com diagnóstico do Transtorno de Déficit de Atenção e/ou Hiperatividade (TDA e TDAH). A pesquisa está ancorada em uma abordagem qualitativa, do tipo estudo de caso. Utilizamos o questionário como técnica de pesquisa. Apurou-se que existem práticas de avaliação da aprendizagem de alunos com TDAH, porém de forma distante da realidade do aluno. Chegou-se à conclusão que a atuação do professor na elaboração da avaliação escolar e seu olhar diferenciado para os alunos com este transtorno é fundamental para a análise da assimilação do conteúdo de Matemática, auxiliando na superação das dificuldades que os alunos com TDAH apresentam. Além disso, constatamos que em muitas situações as provas de Matemática são adaptadas para os estudantes com TDAH, mas o professor utiliza critérios específicos para a correção dessas avaliações.

Publicado
2020-08-31
Como Citar
Silva, W., & Oliveira, S. (2020). Uma investigação sobre a avaliação de Matemática para alunos com transtorno de déficit de atenção e/ou hiperatividade. Com a Palavra, O Professor, 5(12), 127-146. https://doi.org/10.23864/cpp.v5i12.289