Livros didáticos e praxeologias matemáticas na Bahia na década de 1970: influências da modernização do ensino

  • Luiz Márcio Santos Farias (Universidade Federal da Bahia - UFBa; Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS) http://orcid.org/0000-0002-2374-3873
  • Edmo Fernandes Carvalho Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB)
  • Vinicius Souza Bittencourt Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
Palavras-chave: An lise de livros did ticos; Teoria Antropológica do Didático; Praxeologias matem ticas; Modernizaç o do ensino.

Resumo

A produção de pesquisas de cunho histórico tendo como tema os processos de reformulação do ensino secundário de matemática antes e pós Segunda Guerra Mundial, e a institucionalização da matemática moderna nas instituições brasileiras e aspectos da profissionalização dos professores que ensinaram matemática no contexto brasileiro, tem crescido. Este artigo retoma grandes linhas de análises que foram publicadas separadamente na obra Livros didáticos e algumas histórias: teorias modernas da matemática, publicado pela Editora da Universidade Federal da Bahia. O mesmo, como parte de uma pesquisa maior, propõe analisar o processo de formação dos saberes, considerando historicamente os elementos envolvidos nessa formação, bem como aspectos da  profissionalização  docente por meio do conhecimento das praxeologias construídas a partir da utilização dos manuais analisados. Apresentamos um recorte de análise ecológica de dois saberes matemáticos, utilizando como método a analise institucional de livros didáticos.   Os resultados apontam que na elaboração de novas propostas para o ensino de matemática, a análise dos livros didáticos tem importante papel na compreensão, produção, apropriação e difusão das teorias modernas da matemática nos espaços educacionais brasileiros e baianos, além de modelar as atividades docentes daquele período e posteriormente, o que pode ser deduzido das praxeologias comparadas da década de 1970 e dos dias atuais.

Biografia do Autor

Luiz Márcio Santos Farias, (Universidade Federal da Bahia - UFBa; Universidade Estadual de Feira de Santana - UEFS)
Graduado em Matemática(UFBA/UCSAL), Pós-graduado em Didática e Metodologia do Ensino Superior(EEAB), Mestre(UJF-França) e Doutor (UM2-França) em Didática das Ciências e Matemática. Atualmente é Professor Adjunto, do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Prof. Milton Santos (IHAC), da Universidade Federal da Bahia-UFBA. é Coodenador e professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Ensino, Filosofia e História das Ciências da UFBA/UEFS. É pesquisador visitante da Faculté d?Éducation de l?Université Montpellier 2 (Laboratoire Interdisciplinaire de Recherche en Didactique, Éducation & Formation?LIRDEF). É sócio da Association pour la Recherche en Didactique des Mathématiques (ARDM) e da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros (ABPN), é também Tesoureiro e sócio da Sociedade Brasileira de Educação Matemática (SBEM). Coordenador do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa, Ensino e Didática das Ciências, Matemática e Tecnologias - NIPEDICMT. Tem experiência na área de Environnement Informatique d'Apprentissage Humain (EIAH) e Educação Matemática, com ênfase em Formação de professores e Didática da Matemática, atuando principalmente nos seguintes temas: Formação e prática dos professores, em particular os que lecionam Matemática, pesquisa e desenvolvimento de situações didáticas para o ensino das ciências, análise transpositiva de práticas de professores, Teoria Antropológica do Didático-TAD, Jogos sérios, pesquisa e desenvolvimento de situações didáticas com enfase nos sotwares Cabri-Géomètre, Geogebra e Maple.
Edmo Fernandes Carvalho, Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB)
Licenciado em Matem tica pela UCSAL; Mestre em Ensino, Filosofia e Hist ria das Ciências (UFBA/UEFS); Doutorando no programa de p s-graduaç o em Ensino, Filosofia e Hist ria das Ciências (UFBA/UEFS). Professor Assistente da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB), docente da Graduaç o, curso em Licenciatura em Matem tica (Campus Barreiras/UFOB). Membro do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas em Ensino e Did tica das Ciências, Matem tica e Tecnologias (NIPEDICMT/UFBA).
Vinicius Souza Bittencourt, Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
Bacharel em Matem tica pela UFBA; Doutor em Matem tica pela USP. Professor Adjunto pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). Membro do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisas em Ensino e Did tica das Ciências, Matem tica e Tecnologias (NIPEDICMT). Docente do PROFMAT, P lo Rondon polis-MT.
Publicado
2019-04-26