Análise de Práticas Pedagógicas e avaliativas: contribuições para a política de Formação Docente

Palavras-chave: Avaliação. Prática Pedagógica. Política de Formação Docente.

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar parte da pesquisa amostral intitulada “Análise de Práticas Pedagógicas e avaliativas:  contribuições para a política de Formação Docente” realizada no ano de 2017, em 04 salas de aula de 5ºs anos, de 04 escolas com bons resultados no IDEB, no município de Macaé-RJ. Deu-se a partir de um olhar apurado sobre a metodologia dos professores em sala de aula e suas práticas avaliativas. A metodologia da pesquisa foi de cunho Qualitativo Bibliográfica e de campo através de observações e aplicação de questionários. A pesquisa contou com a participação de 08 alunos/pesquisadores da licenciatura em Matemática da Faculdade Professor Miguel Ângelo da Silva Santos – FeMASS. O tema da investigação justifica-se, na defesa da ideia de que a atuação do professor em sala de aula é um dos elementos que deve ser considerado ao olhar-se o desempenho da escola. Como fundamentação teórica utilizou-se os conceitos de campo e de habitus, postos por Pierre Bourdieu (2003, 2009) e outros autores que discutem a avaliação. Os resultados mostraram que o lugar ocupado pela avaliação não é igual em todas as escolas, alguns professores valorizam a heterogeneidade da sala de aula e subjetividade dos alunos, enquanto outros dão centralidade ao treinamento para as avaliações externas. Considerou-se que se precisa ouvir os professores acerca de suas necessidades cotidianas, a fim de se pensar junto de que maneira a formação continuada pode auxiliar mais efetivamente na resolução dos problemas inerentes à sala de aula.

Publicado
2020-08-31
Como Citar
Couto, C. B. C. (2020). Análise de Práticas Pedagógicas e avaliativas: contribuições para a política de Formação Docente. Com a Palavra, O Professor, 5(12), 389-404. https://doi.org/10.23864/cpp.v5i12.341