Estudo das influências socialmente construídas no desempenho escolar

  • Isabella Ferreira Cardoso Universidade Federal do Rio Grande - FURG
  • João Alberto da Silva Universidade Federal do Rio Grande - FURG
  • Crislaine de Anunciação Roveda Universidade Federal do Rio Grande - FURG
Palavras-chave: Educação

Resumo

O artigo apresenta um estudo sobre influências socialmente construídas no desempenho escolar amparado em pesquisa realizada com professoras dos terceiros anos do ciclo I de Ensino Fundamental. A pesquisa busca principalmente, analisar como o processo avaliativo se constitui com o decorrer do desenvolvimento de desempenho escolar dos alunos, considerando as influências sociais que interpelam o cotidiano nas salas de aulas e se intercruzam nos afazeres e nas atribuições curricular escolares. Utilizando-se da técnica metodológica de Análise Textual Discursiva (MORAES & GALIAZZI 2011) foi possível chegar a duas categorias de análise: práticas pedagógicas e as inferências no desempenho escolar e influências socialmente construídas sobre desempenho escolar. A primeira categoria abarca as principais questões entorno da referência a processos avaliativos e metodológicos. A segunda apresenta reflexões sobre questões familiares e afetivas que interpelam o cotidiano escolar. Conclui-se que a compreensão de como os mecanismos extracurriculares sociais influenciam a percepção de desempenho escolar de alunos, decorrente do que é apresentado por pesquisa sobre processos avaliativos, ocorre de modo muito variado e particular de cada professora entrevistada, devido as variadas formas de atuação e formação.

Publicado
2019-08-30