Desempenho matemático de alunos do 5º e 9º ano do ensino fundamental no sistema de avaliação da Paraíba: o avaliando IDEPB

  • Tiêgo dos Santos Freitas CEFET RJ
  • Maria José Herculano Macedo
Palavras-chave: Avaliação em larga escala. Desempenho. Matemática. Avaliando IDEPB.

Resumo

Criado em 2012, o sistema próprio de avaliação em larga escala da rede estadual da Paraíba, o avaliando IDEPB, é aplicado em caráter censitário anualmente aos alunos do 5ºano e 9º ano do Ensino Fundamental e 3º ano do Ensino Médio. No presente trabalho, objetivamos realizar uma análise comparativa entre o desempenho matemático obtido pelos alunos do 5º e 9º e as médias obtidas na última avaliação SAEB (edição 2017). Nesse sentido, discutimos acerca dos principais resultados do sistema próprio de avaliação da Paraíba em suas 5 edições, destacando os percentuais totais de alunos por padrões de desempenho. Ademais, a partir de uma amostragem, verificamos o desempenho dos alunos nos diferentes descritores contemplados nas duas últimas edições dessa avaliação. Os resultados mostram que ambas as séries estão abaixo do patamar mínimo de desempenho, sendo o 9º ano a série que mais apresenta defasagem nas competências e habilidades avaliadas, situando, praticamente metade dos alunos em todas as edições do sistema próprio de avaliação, no padrão abaixo do básico e possuindo o menor número de aprendizes nos padrões adequado e avançado. Esse baixo desempenho é corroborado pela avaliação nacional do SAEB, que mostra resultados similares ao do sistema paraibano, apontando um índice superior a 63% de alunos no 9º ano com desempenho insuficiente. Nesse contexto, a série histórica de proficiências apresenta um crescimento de 33 pontos entre a primeira, 1995, e a última avaliação, 2017, para o 5º ano e de apenas 5 pontos para o 9º.   

Publicado
2019-12-28