Textos produzidos pelas crianças ao resolverem situações-problema envolvendo o eixo proporção simples com a classe muitos para muitos

  • Ana Virginia de Almeida Luna Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Tania Regina Leite Santos Figueiredo
  • Larissa Borges de Souza Lima
Palavras-chave: Ensino de Matemática

Resumo

Este artigo tem como propósito analisar o processo de produção de textos a partir das estratégias realizadas pelos estudantes para a resolução de situações-problema envolvendo o eixo proporção simples com a classe muitos para muitos e as possíveis aproximações destes textos legítimos. A metodologia utilizada nesta pesquisa envolveu a linguagem de descrição, modelo de investigação sociológica proposto por Bernstein (2000), com o uso da observação e da análise de documentos, envolvendo uma professora, com 30 alunos, com faixa etária entre 10 (dez) a 13 (treze) anos, cursando o 5º ano do Ensino Fundamental dos anos iniciais. Os dados foram produzidos e analisados à luz da teoria bernsteiniana. Como resultado, observamos a relevância da ação do professor em sala de aula, com as atividades de intervenção, e a comunicação na prática pedagógica, para os avanços na diversificação de estratégias, nas aproximações do texto legítimo e na produção de textos legítimos pelos estudantes sobre a multiplicação e a divisão.
Publicado
2018-12-17