Produto de medidas: analisando as estratégias de resolução de problemas de estudantes do 7º ano do ensino fundamental

  • Gabriela dos Santos Barbosa
  • Caio Fabio dos Santos de Oliveira Universidade Estadual de Santa Cruz
Palavras-chave: Ensino de Matemática

Resumo

Neste artigo analisamos o desempenho e as estratégias de estudantes do 7º ano do Ensino Fundamental na resolução de situações do campo conceitual multiplicativo, classificando os níveis de raciocínio empregados por eles. Coletamos os dados por meio da aplicação de um teste, composto por 14 questões, para 50 estudantes de duas escolas públicas da Bahia. O teste foi instrumento de pesquisa de dois estudos maiores envolvendo cerca de 2000 estudantes e, assim como nossa análise, foi elaborado à luz da Teoria dos Campos Conceituais, de Gérard Vergnaud. Para efeito deste artigo, a discussão centrou-se em duas classes de situações relacionadas ao produto de medidas: a configuração retangular e a combinatória. Estabelecemos uma comparação entre os desempenhos dos estudantes nas duas classes e enquadramos as estratégias que eles utilizaram para lidar com os problemas de configuração retangular em três categorias. Os resultados apontam para as dificuldades dos estudantes ao lidarem com problemas multiplicativos. Os índices de erros em ambas as classes de problemas são altíssimos e se elevam ainda mais quando as situações requerem uma divisão para sua solução. Reconhecemos também que muitos estudantes utilizam o pensamento aditivo nos problemas de configuração retangular e nos procedimentos de cálculo em geral. Inferimos que a repetição mecânica deste pensamento e dos procedimentos que derivam deles impede que os estudantes avaliem os resultados que produzem.
Publicado
2018-12-17